Como Ajudar Um Dependente Químico

Como ajudar um Dependente Químico

Como Ajudar Um Dependente Químico

Uma pessoa que se encontra em situação de dependência necessita de amparo para que o processo de reabilitação seja o menos doloroso possível, porém, uma angústia muito comum entre os amigos e familiares, é não saber como ajudar um dependente químico, e por isso mesmo esse guia será muito importante para que você entenda as melhores formas de proceder, e ajudar quem você ama.

Lidar com as questões que envolvem a dependência química, como as crises de abstinência, a agressividade e o medo de a qualquer momento ter que encarar uma overdose, é muito difícil, e por isso mesmo os familiares e amigos também necessitam de amparo psicológico, para que assim saibam como ajudar um dependente químico.

Com esse guia, vamos entender um pouco mais sobre o que é a dependência química, e quais são as opções mais eficazes para o seu tratamento. Ao final, você saberá como ajudar um dependente químico para que todo o processo ocorra da forma mais leve possível, para ambas as partes envolvidas.

Como ajudar um dependente químico: O que é a dependência química?

Como ajudar um dependente químico 2

Para que você saiba como ajudar um dependente químico, primeiramente é preciso entender com mais detalhes essa condição, e como ela se caracteriza na vida do usuário. Se você ainda não sabia, a dependência química é considerada uma doença, que assim como qualquer outra precisa de tratamento adequado para a sua recuperação.

A Organização Mundial da Saúde define a dependência química como um estado psíquico, e também físico em alguns casos. Esse estado é desencadeado pelo consumo de substâncias psicoativas, que pode resultar em diversas consequências, como as mudanças comportamentais e a necessidade de consumir cada vez mais aquela substância, mesmo que para isso precise colocar a sua vida em risco.

Uma outra definição importante para você conhecer, é a da Associação Americana de Psiquiatria, que entende a dependência química como um padrão de consumo de substâncias, que resultam em elementos como o aumento drástico da tolerância à droga, a abstinência em caso de não fazer o uso, a incapacidade de controlar o seu próprio vício e também no isolamento social dessa pessoa.

Se você ainda está na dúvida se o seu familiar, amigo ou conhecido está passando por problemas de dependência aqui, você pode aprender como identificar os sinais de dependência. Como Identificar um Dependente Químico

Como lidar com a abstinência?

Como lidar como Abstinencia

Nós ainda adentrarmos de forma mais ampla nos quesitos de como ajudar um dependente químico, porém, entender como proceder de forma correta durante um episódio de abstinência, é muito importante, e por isso mesmo vamos conhecer um pouco mais sobre isso.

O usuário entra em crise de abstinência quando não tem mais acesso a droga, seja por qualquer motivo. Esse é um momento extremamente delicado, já que as reações acontecem no âmbito físico e psicológico.

Nesses episódios, as características mais comuns são a confusão mental, desorientação, agressividade, aumento do apetite, alteração do sono, calafrios e vômitos.

E o que fazer ao se deparar com um dependente passando por um episódio de abstinência? O ideal é procurar pela ajuda de uma clínica especializada, já que durante esses episódios o dependente pode se colocar em risco, e colocar em risco também a segurança de quem está ao seu redor. Por isso, nesse caso, a melhor forma de ajudar é sempre procurando por uma ajuda qualificada e especializada, que possa lidar de forma eficaz com essa condição, preservando a segurança de ambas as partes.

5 Dicas para ajudar um dependente químico.

E agora, vamos conhecer algumas dicas de como ajudar um dependente químico da forma mais eficaz, para que a recuperação seja dada de forma menos dolorosa, e o mais leve possível.

Em primeiro lugar: Empatia!

Nós sabemos bem o quanto é difícil não julgar uma pessoa na situação de dependência química, porém, isso pode acabar a afastando e comprometendo a sua recuperação. Para que esse dependente possa confiar em você, ele precisa se sentir acolhido e compreendido, afinal, não podemos esquecer que estamos lidando com uma doença.

Muitos acreditam que essas pessoas estão nessa situação porque querem, mas muito pelo contrário, são vários os motivos que podem ter levado a pessoa para esse caminho, como traumas e episódios de depressão, por isso, é fundamental ser empático!

O diálogo é fundamental

Saber como ajudar um dependente químico é também saber que o diálogo nessas situações é fundamental! Deixe os preconceitos e julgamentos de lado, e deixe claro para o dependente que você quer fazer parte de sua recuperação, e que está disponível quando ele precisar conversar. A ideia é ser honesta, mesmo que precise tocar em assuntos delicados ou dolorosos.

Se informe sobre o assunto

Saber como ajudar um dependente químico com mais detalhes é fundamental para que você esteja preparado para lidar com os desafios que virão. Se o seu familiar ou amigo está enfrentando uma dependência de cocaína, por exemplo, pesquise tudo o que você puder sobre essa substância, pois somente assim você vai encontrar as melhores formas de ajudá-lo verdadeiramente.

Se necessário, é o momento de realizar uma intervenção!

Todos os passos anteriores são muito importantes, porém, em alguns casos eles podem ser insuficientes. Se a dependência já está avançada e o usuário nem sequer admite que está passando por esse problema, e coloca a sua vida em risco, assim como a segurança das pessoas que o rodeiam, chegou o momento de intervir.

Nesse momento, é preciso entrar nos assuntos mais assustadores, como a morte ou a cadeia, já que o medo é uma ferramenta de aceitação. Sugerir um programa de internação é também fundamental, e em alguns casos, a internação involuntária pode ser a solução.

Esteja ao seu lado durante o tratamento

Após convencer o dependente a se tratar em uma clínica de reabilitação, ou optar por uma internação involuntária, para que ele tenha uma recuperação plena, é preciso ter pessoas que o amam apoiando-o. Se sentir amparado e saber que pode contar com você, é fundamental para que o seu tratamento tenha sucesso.

E agora que você já sabe como ajudar um dependente químico, conheça a nossa rede de clínicas de reabilitação, e entre em contato com os nossos profissionais, que com certeza irão te ajudar nesse momento tão delicado. 

Fale com nossa equipe de plantão

Especialistas

Fonte Oficial – Site: https://grupogilardi.com/blog/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *